site loader
9 de junho de 2022 Urussanga: vereador tem mandato cassado

O vereador de Urussanga, Rozemar Sebastião (PDT), o Taliano, teve o mandato cassado, nesta quinta-feira, dia 9. Segundo apurado pela Rádio Marconi, a sessão de julgamento da Comissão de Investigação e Processante (CIP), que ocorreu na sede da Câmara de Vereadores, teve seis votos favoráveis e três votos contrários. 

A bancada do Partido Progressista (PP), com os vereadores José Carlos José, Thiago Mutini e Odivaldo Bonetti, votaram contra a cassação do mandato de Taliano. Já os demais vereadores, Ademir Bonomi (MDB), Daniel Rejes Pereira Moraes (PSD), Fabiano Murialdo De Bona (PSDB) e Elson Roberto Ramos (MDB) votaram a favor.

Taliano não pode votar, e por conta disso, foi a segunda suplente do PDT, Rosane De Brida Benedet, que participou da votação, já que o primeiro suplente, Erotides Borges Filho, não pode comparecer por motivos de saúde. Já o vereador Luan Francisco Varnier (MDB) não participou da votação por ser um dos denunciantes contra o vereador. No lugar dele, votou o suplente Archangelo De Noni Netto. Tanto Rosane como Archangelo votaram a favor, totalizando seis votos para a cassação.

A CIP apurou possível prática incompatível com o decoro parlamentar por parte de Taliano. O parlamentar foi um dos investigados pela Polícia Civil durante a Operação Hera, desencadeada em dezembro do ano passado. Na última sexta-feira, dia 3, Taliano foi uma das oito pessoas denunciadas pelo Ministério Público. Ele está sendo denunciado pelo MP por crimes ambientais e coação no curso do processo.

Fonte: Engeplus

Open chat
Entre em contato conosco! =)