site loader

Faltando pouco para o Leão do Sul estrear na série B do Catarinense, depois de dois meses de trabalhos, chegou a hora de colocar em prática o planejamento. Domingo, 1°, às 18h, o Hercílio Luz inicia sua caminhada em busca de uma vaga na elite do futebol catarinense.

O primeiro confronto é contra o Barra em casa, no estádio Aníbal Torres Costa. Muita coisa mudou, há muitos protocolos de prevenção à covid-19 a serem seguidos, a torcida não estará na arquibancada e aquela coletiva pré-estreia presencial precisa ser diferente.

O técnico Rodrigo Bandeira fala um pouco sobre os trabalhos que estão sendo realizados. “O fato de chegar há pouco tempo limita a colocação de algumas ideias no trabalho, mas não afeta num todo. Procurei utilizar algo do que já vinha sendo feito, correções, ajustes, dentro de uma ideia que tenho de jogo. Trabalhamos muito posse de bola, transições ofensivas, organização defensiva. Com o jogo poderemos fazer uma análise melhor do que precisa ser corrigido, do que está funcionando, sem loucuras porque o tempo é curto”.

Segundo Rodrigo, ele procurou trabalhar coisas essenciais, como ajustes de posicionamento, por exemplo. “Esta competição é muito de confronto físico, então isso também foi bem colocado. Cada um sabe o que fazer no seu setor, isso será já o suficiente para ser colocado em prática no domingo. Tenho uma boa expectativa com a equipe”, afirma.

A expectativa para a estreia, de acordo com o técnico, é para que o planejamento, montagem do plantel e qualidade apareçam e que a equipe trabalhe de forma organizada. “Já vamos enfrentar uma equipe que investiu muito, a competição é curta e todo jogo é de extrema importância. Qualquer ponto vai fazer diferença, então a expectativa é de acontecer coisas boas. Entrar no jogo com certeza e convicção de que estamos preparados para enfrentar qualquer equipe, fazendo nosso melhor”, pontua.

Diário do Sul

Open chat
Entre em contato conosco! =)