site loader
16 de agosto de 2021 São Paulo libera ‘GP de Fórmula 1’ para 100% do público em SP com exigência de vacinação contra Covid-19

O governo de São Paulo anunciou nesta segunda-feira (16) que autorizou, junto com a Prefeitura de SP, a realização do ‘Grande Prêmio SP de Fórmula 1’ para 100% do público na capital paulista, com exigência de apresentação do comprovante de ao menos uma dose da vacinação contra a Covid-19.

De acordo com o Vacinômetro, 91,7% dos adultos com mais de 18 anos foram imunizados com a primeira dose até esta segunda (16) no estado de SP. Em relação à população total, o percentual é de 69%. A aplicação da segunda dose ou da dose única da vacina atingiu apenas 28,2% da população adulta. Para que a proteção seja eficaz, é necessário que o esquema vacinal esteja completo.

O GP de Fórmula 1, segundo o governador João Doria (PSDB), deve ocorrer no fim de semana de 06 e 07 de novembro, mas existe a possibilidade de que ele seja adiado para o final de semana seguinte, 12 e 13 de novembro, após pedido feito pelo governo paulista e a Prefeitura de SP para troca de data com o México.

Cerca de 40 mil tickets já foram vendidos para o evento. A venda do novo lote de entradas começa em 27 de agosto, segundo o governo paulista, e serão colocados pelo menos mais 20 mil tickets a venda, de acordo com o CEO e representante da Fórmula 1 em SP, Alan Adler.

O público interessado deve se cadastrar na lista de espera, que já está disponível no site oficial do evento: f1saopaulo.com.br/fila-de-espera. “Sobre a data, o governador fez o pedido para ver se é possível estender por uma semana, a Formula 1 com certeza vai avaliar com todo o carinho. Sabe o apoio que está recebendo de SP”, afirmou Adler.

Todos os participantes terão que usar máscara obrigatoriamente durante todo o tempo de permanência no Autódromo de Interlagos, com medição de temperatura na entrada e disponibilidade de álcool em gel. “Da nossa parte estamos muito otimistas para a realização de um grande evento e com segurança. A vacina, além de um passaporte para salvar a vida da pessoa e da coletividade, ela também é para poder participar dos eventos aqui na cidade São Paulo”, afirmou o prefeito da capital, Ricardo Nunes (MDB).

A previsão do governo é a de que a realização da Fórmula 1 na cidade de São Paulo tenha impacto financeiro de R$ 670 milhões para a capital paulista, com a criação de aproximadamente 8 mil empregos temporários.

Fonte: Globo.com

Foto: TV Globo

Open chat
Entre em contato conosco! =)