site loader
27 de maio de 2022 São Ludgero soma mais de R$ 33 milhões de prejuízos com as chuvas que caíram no início de maio

R$ 33.408.149,72. Esse foi o montante, com base no levantamento detalhado feito, dos prejuízos causados ou que ameaçam a infraestrutura pública em São Ludgero com as chuvas que caíram no início do mês de maio. Todos os documentos e relatórios já foram apresentados à Defesa Civil do Governo do Estado de Santa Catarina, dentro do prazo legal, aguardando o Reconhecimento Estadual do Decreto de Situação de Emergência datado de 4 de maio.

O Coordenador Local da Defesa Civil, Júlio Pozza, informa que todas as etapas foram cumpridas a risca pelo município dentro do prazo estabelecido num esforço conjunto feito por secretarias e órgãos públicos municipais. “O relatório com mais de 100 páginas consta documentos, levantamentos detalhados, fotos e tudo aquilo que registra os estragos relacionados aos prejuízos causados pelas fortes e intensas chuvas”, pontua.

O Secretário de Administração, Finanças e Planejamento, Léo Füchter, diz que o relatório encaminhado pelo Coordenador Local Júlio Pozza apresenta a real situação dos danos públicos e privados causados com as fortes chuvas e foram calculados com base nas tabelas oficiais de custo/obra. “Não temos condições financeiras de arcar com as reparações sem comprometer as demandas das pessoas, e, após a manutenção do essencial, nosso empenho é buscar apoio indispensável dos governos estadual e federal”, ressalta.

Sobre os prejuízos e os investimentos necessários para recuperação, o prefeito de São Ludgero, Ibaneis Lembeck, o Iba, reforça a declaração do secretário Léo de que a Gestão Municipal precisa de apoio financeiro do Governo do Estado e do Governo Federal para realizar todas as recuperações públicas necessárias. “Sem ajuda financeira externa não temos capacidade financeira para realizar as recuperações necessárias causadas pelas fortes chuvas. O Governador Carlos Moisés já sinalizou apoio financeiro aos municípios e aguardamos o quanto antes os recursos. Esperamos o quanto antes o reconhecimento oficial do nosso Decreto de Emergência”, resume.

Open chat
Entre em contato conosco! =)