site loader
15 de dezembro de 2020 Rússia espera vacinar animais contra covid-19 em fevereiro

País já realiza testes com imunizante destinado a gatos, visons, coelhos e outros bichos

A Rússia foi o primeiro país a aprovar e regulamentar uma vacina contra o novo coronavírus para humanos, a Sputnik V, em agosto. Agora, espera também ser o primeiro a vacinar animais contra  covid-19.

Depois de alguns estudos concluírem que o vírus pode ser transmitido de humanos para animais, o país começou a trabalhar em cima de um imunizante específico para gatos, visons e outros bichos

Os testes clínicos devem ser concluídos em janeiro e, se tudo correr conforme o esperado, a aprovação regulatória da vacina pode acontecer em fevereiro.

No país, houve apenas dois casos de gatos contaminados com o novo coronavírus. Porém, em outras partes do mundo, o vírus causou pânico ao ser identificado entre os animais.

Em novembro, o governo da Dinamarca decidiu abater milhões de visons, mamíferos semelhantes a doninhas, que viviam em criadouros do país. A decisão, segundo a primeira-ministra dinamarquesa, Mette Frederiksen, foi tomada após ter sido verificada uma mutação do novo coronavírus nos animais, que teria infectado 12 pessoas.

De acordo com a Reuters, a Rússia acredita que haverá interesse comercial na nova vacina, especialmente pelos criadores de animais e de empresas dos Estados Unidos e da UE. Os visons são usados pela indústria de peles, na fabricação de casacos e outras peças de vestiário.

A preocupação com um novo surto entre esses animais e a perda de faturamento faria com que uma vacina seja de interesse da indústria.

Fonte: CATRACA LIVRE

Open chat
Entre em contato conosco! =)