site loader
4 de maio de 2021 Região tem primeiro caso de febre amarela em humano

Um homem de 29 anos, morador de Imbituba, é o primeiro caso da região de febre amarela em humano.

O diagnóstico foi confirmado pelo Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen/SC) e divulgado ontem pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive/SC).

Por nota, a Dive explica, no entanto, que apesar de ser morador de Imbituba, o local provável de infecção (LPI) do homem foi em Urussanga. Ele está internado no Hospital Nereu Ramos, na capital.

Dos sete casos confirmados da doença neste ano em Santa Catarina, dois não resistiram e foram a óbito. O primeiro foi um homem, de 34 anos, morador de Águas Mornas, na Grande Florianópolis. O outro foi um homem de 59 anos, morador de São Bonifácio, também região da Grande Florianópolis.

Os outros casos já confirmados são de Taió, Águas Mornas, Anitápolis e Blumenau. Nenhum dos casos tinha registro de vacina no Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI).

Open chat
Entre em contato conosco! =)