site loader
30 de abril de 2021 Região gera mais de 1,6 mil vagas de empregos

No fim de semana em que se celebra o Dia do Trabalho, a região comemora o registro de saldo positivo na geração de empregos em março. Foram gerados 1.678 novos trabalhos formais nos municípios: 174 a mais do que o registrado em fevereiro. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério da Economia.

Pelo segundo mês consecutivo, o setor de serviços foi o que mais gerou empregos formais na região, com saldo positivo de 916 novas vagas criadas em março somente nesta área.

Tubarão foi o município que mais gerou empregos em março, com saldo positivo de 700 novas vagas, sendo 602 somente no setor de serviços. Braço do Norte (268) e Jaguaruna (171) vêm em seguida e também foram os municípios que tiveram os maiores resultados positivos na área, com 168 e 121 vagas em serviços, respectivamente.

O segundo setor que mais contribuiu para o saldo positivo na geração de empregos com carteira assinada no terceiro mês do ano foi o da indústria, com 531 novas vagas a mais que demissões. Neste setor, Braço do Norte foi o município que registrou o melhor saldo, com 110 empregos a mais que demissões; Tubarão vem em segundo lugar na área, com 101 novas vagas. O comércio (196) e a agropecuária  (58) vêm em seguida como setores que registraram saldo positivo. Apenas a construção civil teve saldo negativo na geração de empregos, com 23 demissões a mais que admissões.

Melhor resultado em relação a março de 2020

Em março do ano passado, quando teve início a pandemia da covid-19 no Brasil, a região amargou resultado negativo na geração de empregos formais – foram registrados 735 desligamentos a mais que novas vagas. Um ano após, no mesmo mês e ainda na pandemia, o saldo foi de 943 trabalhadores a mais com carteira assinada.

Estado tem o melhor trimestre da história

Santa Catarina registrou uma ampliação de 86,8 mil postos formais de trabalho no primeiro trimestre de 2021. O resultado é o maior saldo de empregos para os três primeiros meses do ano em toda a série histórica, iniciada em 2004.

O Estado abriu 20.729 vagas formais de trabalho em março, resultado de 125.425 admissões e 104.696 demissões. Esse é o terceiro melhor desempenho do país em volume de carteiras assinadas, atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais.
“É importante olhar para trás e considerar a importância da reação do Estado diante da pandemia, que assola a economia e a saúde mundial. Em março de 2020, iniciávamos um dos nossos maiores desafios. Neste sentido, o emprego é e será nosso alicerce no fortalecimento da retomada no pós-pandemia. Santa Catarina reage e os números atestam nossa força produtiva”, destaca o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon.

O Brasil gerou 184.140 postos de trabalho em março, resultado de 1.608.007 admissões e de 1.423.867 desligamentos de empregos com carteira assinada.

Fonte: Diário do Sul

Open chat
Entre em contato conosco! =)