site loader
16 de março de 2021 Recurso de R$ 9,2 milhões é viabilizado a hospital

A nova ala do Hospital Santa Teresinha (HST), em Braço do Norte, que abrirá os novos leitos de UTI, ganhou um novo reforço ontem. Todos os R$ 9,2 milhões para a obra foram viabilizados.  

Ontem, após audiência, o governo do Estado anunciou que destinará R$ 2 milhões, e a prefeitura da cidade, mais R$ 2,2 milhões. Em janeiro, o município já havia assinado um termo de convênio que destinava R$ 2 milhões para a construção, totalizando, agora, R$ 4,2 milhões em recursos; os outros R$ 3 milhões são do deputado estadual Volnei Weber, que foram entregues ao hospital no dia 29 de dezembro de 2020.

Com a sinalização do governo do Estado dos R$ 2 milhões, mais os R$ 4,2 milhões que a prefeitura irá destinar, somado aos R$ 3 milhões vindos da emenda parlamentar, conforme o prefeito de Braço do Norte, Beto Kurten, não há mais necessidade de aguardar a assembleia da Cerbranorte para complementar os recursos necessários para o início da obra. “Com a garantia destes recursos, o HST poderá fazer a tão aguardada obra de ampliação, trazendo os tão sonhados leitos de UTI para Braço do Norte”, diz o prefeito.

De acordo com o diretor administrativo, Vítor Abitante, ainda não há data para dar início às obras. “Seguimos com o mesmo posicionamento: só iremos anunciar uma data para começar a obra com os recursos totais em caixa. Não iniciaremos nenhuma obra sem a garantia de que será concluída”, afirma Vítor. A obra de ampliação prevê 20 novos leitos de UTI e tem prazo estimado de conclusão para 18 meses.

Na reunião com o secretário de Saúde do Estado, estavam o secretário de Saúde de Braço do Norte, Sérgio Arent, o diretor técnico médico do município, João Eugênio Henrique Heidemann e Silva, o presidente do HST, Pedro Michels Neto, o diretor técnico, José Nazareno Goulart Júnior, e o diretor administrativo, Vítor Abitante.

Hospital é autorizado

Além do recurso destinado pelo governo do Estado, foi autorizada a abertura de mais 20 leitos clínicos de covid-19. A expectativa, segundo a prefeitura de Braço do Norte, é que os pacientes sejam alocados em Rio Fortuna, conforme o secretário André Motta. Segundo ele, o Hospital Santa Teresinha ficaria com 16 leitos clínicos e dez leitos de suporte ventilatório covid-19; e Rio Fortuna, com mais 20 vagas, ampliando a capacidade de internação na região.

Open chat
Entre em contato conosco! =)