site loader
29 de novembro de 2021 Professor pergunta se aluna prefere ser estuprada ‘no seco’ ou com lubrificante

Foto: Reprodução

Caso aconteceu em um curso de medicina do Centro Universitário Metropolitano da Amazônia e ganhou repercussão após estudantes publicarem o vídeo nas redes sociais.

A Polícia Civil do Pará abriu uma investigação contra um professor de medicina após a divulgação de um vídeo no qual ele pergunta para uma aluna, durante uma aula, se ela preferia ser estuprada com lubrificante ou “no seco”. As informações são da Folha.

Nesta sexta-feira (26), estudantes e diversas mulheres fizeram uma manifestação contra apologias ao estupro em frente à faculdade.

A Unifamaz divulgou uma nota em que diz que adotou providências e procedimentos internos para apurar os fatos.

“O Unifamaz reafirma seu compromisso com o ensino de qualidade, pautados no respeito humano e na integridade pessoal. Dessa forma, repudia veemente qualquer prática inadequada na relação acadêmica professor-aluno”, diz o comunicado.

O caso está a cargo da Divisão Especializada no Atendimento à Mulher, da Polícia Civil.

Fonte: Notisul

Open chat
Entre em contato conosco! =)