site loader

O corpo de Ademir Bento de Mattos, de 54 anos, foi encontrado nesta sexta-feira, na estrada geral da Praia do Gi, em Laguna. Ele, que era morador de Imbituba, estava desaparecido desde o dia 2.

Cinco pessoas foram presas e três confessaram o crime. O corpo estava em uma vala, em avançado estado de decomposição, mas ainda assim foi possível identificar.

Ademir foi executado e enforcado com uma corda por uma das pessoas que estavam com ele no carro. A Polícia Civil trata o caso como latrocínio e ocultação de cadáver.

As investigações apontaram que Ademir estava em Laguna na companhia de alguns outros homens e que todos haviam usado drogas e ingerido bebidas alcoólicas. Ainda, que teriam frequentado um luau na Praia do Gi, último local em que a vítima foi vista com vida.

A partir de então, e diante da confrontação de versões com outras medidas cautelares implementadas, policiais da DIC deflagraram inúmeras operações policiais. E nesta sexta encontraram o cadáver nas proximidades do Sítio Paraíso.

Foram roubados dinheiro e um aparelho celular. As investigações prosseguem e serão encerradas no prazo de 30 dias, explica o delegado Bruno Fernandes, coordenador da DIC.

Fonte: Diário do Sul

Open chat
Entre em contato conosco! =)