site loader
4 de maio de 2021 Pit bulls matam cão e ferem morador em Capivari de Baixo

Um cão da raça pug foi morto ontem pela manhã após ser atacado por três pit bulls no Centro de Capivari de Baixo. O dono do animal, ao tentar protegê-lo, também foi mordido pelos pit bulls e quase perdeu um dedo.

Segundo Guilherme Siqueira Bez, ele estava levando a filha de cinco anos na escola quando o ataque ocorreu. “Como de costume, fomos de bicicleta. Eu sempre levava a cachorra junto, para que ela fizesse exercício. Assim que minha filha entrou na escola e a professora fechou o portão, vi os três cães correndo na minha direção. Peguei a cachorra no colo e, mesmo assim, os pit bulls avançaram em mim. Eles morderam minha mão, puxaram a pug e a atacaram”, conta o analista de sistemas.

A pug, que tinha pouco mais de um ano, não resistiu e morreu. Segundo Guilherme, trabalhadores que faziam a manutenção de uma obra na rua o ajudaram. “Com as pás, eles ameaçaram os pit bulls e somente depois os cães largaram a minha cachorrinha, já sem vida, e voltaram para casa. Eles conseguiram fugir porque o dono teria saído para trabalhar e esqueceu o portão aberto”, explica Guilherme.

Funcionários da escola onde a filha de Guilherme estuda também ajudaram a socorrê-lo. “Precisei ir ao hospital fazer sutura na mão e corro o risco de perder o movimento de um dos dedos. Mesmo com a morte da nossa cachorra, tivemos sorte que nossa filha já estava dentro da escola e não foi atacada pelos pit bulls. Até mesmo outras crianças e pais poderiam ser atacados”, relata. Guilherme reforçou que já registrou um boletim de ocorrência e tomará outras providências legais por conta dos transtornos causados pelo ataque.

O delegado Vandilson Moreira disse que o caso já está sendo investigado e o dono dos pit bulls será intimado. Ele terá de esclarecer porque não manteve a cautela dos animais e poderá responder uma contravenção penal. Ainda segundo o delegado, o caso também deverá ser analisado pela Justiça e pelo Ministério Público.

Animais podem ser apreendidos

Uma lei sancionada em 2007 em Santa Catarina diz que são vedadas a circulação e a permanência de cães da raça pit bull em logradouros públicos, precipuamente, locais em que haja concentração de pessoas, tais como ruas, praças, jardins e parques públicos, e nas proximidades de hospitais, ambulatórios e unidades de ensino público e particular. A mesma lei endurece ainda mais as penas pelo não-cumprimento das regras, como circular em locais públicos sem enforcador e focinheira. A multa é de R$ 5 mil ao responsável pelo cachorro, que deverá ser aplicada em dobro e progressivamente nos casos de reincidência à infração. Além disso, a lei prevê a apreensão do animal nas hipóteses de reincidência, abandono do animal ou ataque deste a pessoa ou a outro animal; reparação ou compensação de danos causados.

Open chat
Entre em contato conosco! =)