site loader
14 de maio de 2021 Pescadores esperam a melhor safra da tainha

“Já chegou tainha da nossa?”. Foi assim que Afrásio Costa, de 67 anos, entrou na peixaria do Mar Grosso, em Laguna, procurando o peixe típico da região. Na vitrine, as tainhas eram de outras regiões. Assim como o morador da Cidade Juliana, os pescadores regionais também estão na expectativa.

De acordo com a presidente da União das Associações de Pescadores da Ilha, Maria Aparecida Santos, a esperança é que este ano seja de uma das melhores safras do pescado. “Mesmo com todas as exigências e mudanças provocadas pela pandemia, estamos bastante otimistas e aguardando o tão esperado frio”, revela a presidente.  

Em Laguna, são 26 embarcações atuando na captura do peixe. A cidade é um dos polos mais importantes de produção de tainha em Santa Catarina, abrigando uma parte considerável da frota de emalhe anilhado atuante no Estado (20,7%).

O peixe é apreciado pelos lagunenses e moradores de outras cidades. Frita, assada, grelhada ou num caldo, a tainha é um dos pratos mais consumidos nesta época do ano. Agora, os pescadores artesanais estão de olho no vento Sul e no frio. Em Laguna, são dez peixarias cadastradas no Sistema de Inspeção Municipal (SIM) e cinco indústrias com o Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisb). A cidade ainda conta com aproximadamente quatro mil pescadores artesanais e envolve, em média, 200 famílias com alguma atividade voltada à captura do peixe.

Fonte: Diário do Sul

Open chat
Entre em contato conosco! =)