site loader

Foto: Reprodução

Pamella Holanda deu uma entrevista ao Fantástico no último domingo (18) em que falou sobre as agressões sofridas durante o relacionamento com DJ Ivis. Em um desabafo, Pamela falou que ainda não sabe o que irá fazer da sua vida.

“Eu fico pensando: ‘como vai ser minha vida quando eu voltar a viver, porque esses dias não estou vivendo, estou existindo’”, desabafou.

Pamella Holanda e DJ Ivis se conheceram pela internet em 2018 e começaram a namorar no ano seguinte. Em janeiro de 2020, ela decidiu ir morar com o músico e realizou o sonho de engravidar, mas também passou a sofrer com agressões.

“Quando comecei a morar com ele, ele já começou a me agredir. Começou verbalmente: palavrão, grosserias. Eu estava grávida de cinco para seis meses. Me segurou pelo pescoço e foi me arrastando do corredor até o sofá… Teve outras. Tive medo, vergonha, eu tava realizando um sonho, eu tava grávida. Sempre quis ser mãe.”

Em outubro de 2020, a filha Mel veio ao mundo e Pamella acreditou na chance de um futuro melhor, mas, na verdade, não parou de sofrer agressões. Em dezembro do ano passado, as câmeras da casa flagraram nova agressão de DJ Ivis contra a companheira por não aceitar que ela amamentasse a criança por estar infectada pela Covid-19.

“Ele me agride com a blusa, depois veste e começa a falar várias coisas. Eu insisto muito e vou no carrinho pra amamentar ela. Aí, é a hora que ele me puxa meu cabelo, me bate e esbarra no carinho”, contou, e disse que sua mãe presenciou a agressão e pediu para acabar a confusão.

“Os médicos recomendavam para a neném, mas ele não queria de jeito nenhum porque dizia que ela ia pegar Covid. [Minha mãe] pediu para ele não fazer. Ela só conseguiu fazer isso”, desabafou.

Já no vídeo divulgado das agressões ocorridas em fevereiro de 2021, ela conta que a briga se iniciou após ver o marido mostrar uma foto íntima sua a um amigo.

“A gente começou a discutir porque ele mostrou uma foto minha íntima para o Charles. Ele me agride e vou pra cima dele, mas ele se esquiva. Quando eu dou as costas, ele me dá um soco, um chute. O soco nas costas eu fiquei sem respirar.”

As brigas relatadas ocorreram no apartamento do casal em Fortaleza, no estado do Ceará. A gota d’água para Pamella decidir buscar ajuda aconteceu após uma agressão sofrida na nova casa do casal, na cidade de Eusébio, também no Ceará, após chamá-lo para discutir sobre uma suposta traição.

“Ele começou a me socar as costas, me chutou nas minhas pernas. Não lembro se lembro nessa hora que tentei me defender e o soco pegou no meu olho ou se foi uma cotovelada.”

A babá, que estava em seu primeiro dia de trabalho na casa, presenciou as cenas de agressão e foi demitida pelo músico. No dia seguinte, segundo Pamella, DJ Ivis iniciou uma nova discussão na cozinha da residência e até pegou uma faca para ameaçá-la.

“Desci umas 10h, quase 11h para poder fazer o leite dela e já começou a discutir. A funcionária dele também estava na hora na cozinha. Foi na hora que ele pegou uma faca na gaveta da cozinha. A funcionária dele foi e segurou braço dele.”

Sem telefone para chamar a polícia, Pamella saiu correndo de casa buscando ajuda. Ela, inicialmente, solicitou amparo dos funcionários do condomínio, mas foi ignorada e teve a sorte de ter sido escutada por uma vizinha.

A reportagem diz que o casal conversou com a polícia após a confusão e chegou a ir na delegacia para relatar o caso. DJ Ivis negou a agressão e Pamella acabou optando em não prestar depoimento por medo. No dia seguinte, porém, ela decidiu fazer a denúncia, o exame de corpo de delito e divulgou os vídeos das agressões nas redes sociais.

“Se fosse só a fala dele contra a minha, ninguém ia acreditar. Ele é famoso, conhecido… Ninguém imaginava que era assim. Ele acabava de brigar comigo e saia para o ensaio.”

Fonte: MSN

Open chat
Entre em contato conosco! =)