site loader
19 de novembro de 2020 Ofensa racial é investigada em Sangão, após o pleito de domingo

Um morador de Sangão, representando uma comissão de 20 moradores do distrito de Morro Grande, registrou um boletim de ocorrência contra uma outra moradora da cidade.

Através de uma publicação nas redes sociais, ela teria cometido injúria racial ou racismo ao tratar de um assunto relacionado às eleições do último domingo.

Segundo o boletim, o texto publicado pela mulher no Facebook relata que um candidato à prefeitura de Sangão não teria sido eleito porque parte dos moradores do distrito “seriam vendidos”. Ela também teria se referido aos moradores de Morro Grande como “negada”. Ainda no boletim, os moradores relatam que pretendem acabar com esse tipo de discriminação, “já que vêm sofrendo com isso há muito tempo”.

De acordo com o portal Sangão Notícias, a publicação teria sido feita ainda no último domingo pela filha de um vereador da cidade. O boletim de ocorrência foi registrado na tarde de terça-feira após a postagem repercutir entre os moradores da cidade.

O responsável pela delegacia de Polícia Civil de Sangão, Alex Etevaldo de Souza, disse ao DS que o caso está sendo investigado. “Vamos ouvir todas as partes, que serão chamadas para prestar depoimento, e tentar pegar mais detalhes desse caso. É preciso investigar o que aconteceu, até para saber se existiu algum crime e que tipo de crime seria”, explicou Alex.

O crime de injúria racial consiste em ofender a honra de alguém usando elementos referentes à raça, cor, etnia ou origem. Já o racismo se configura quando essa ofensa é destinada a uma coletividade de indivíduos, discriminando toda uma raça.

Fonte: Diário do Sul

Open chat
Entre em contato conosco! =)