site loader
27 de outubro de 2021 Municípios da Amurel se destacam na geração de empregos

A região teve saldo positivo na criação de novos postos de trabalho formal em setembro, com 765 novas vagas de emprego com carteira assinada. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social.

O setor de serviços foi o maior responsável pela criação de novos postos de trabalho na região, com 247 trabalhadores a mais admitidos. A indústria vem em segundo lugar no número de novas vagas criadas, com saldo positivo de 232 empregados a mais com carteira assinada. O comércio teve ainda 204 admissões a mais do que desligamentos e a construção civil teve saldo positivo de 81 novas vagas em setembro.

Tubarão foi o município que mais gerou empregos formais no mês passado, com 254 novos postos de trabalho criados. Braço do Norte e Imbituba vêm em seguida, com 156 e 109 admissões a mais que desligamentos, respectivamente. Braço do Norte também merece destaque pela melhora no desempenho de agosto para setembro, com crescimento de 254,54% na criação de novas vagas: pulou de 44 em agosto para 156 em setembro.

Na Cidade Azul, a construção civil  foi a que mais gerou empregos, com 90 admissões a mais que demissões no mês passado; já em Braço do Norte, foi a indústria a maior empregadora, com 97 novas vagas e, em Imbituba, os setores de comércio e de serviços apareceram quase empatados com mais vagas criadas, 48 e 45, respectivamente.

Tubarão fica entre as dez no acumulado do ano

No acumulado do ano, segundo o Caged, até o momento, Tubarão figura entre as dez cidades que mais geraram empregos em Santa Catarina. A Cidade Azul apresentou saldo positivo de 3.287 novas vagas de trabalho formal criadas. As outras nove cidades são: Joinville (16.260 vagas), Blumenau (13.077), São José (9.553), Itajaí (9.117), Chapecó (6.983), Jaraguá do Sul (6.736), Brusque (5.211), Criciúma (4.921) e Palhoça (4.387).

Estado tem o melhor desempenho do Sul

Os dados do Ministério da Economia sobre a geração de empregos em setembro voltaram a colocar Santa Catarina em posição de destaque no Brasil. Com 17.829 novas vagas formais de trabalho, o Estado teve o melhor desempenho do Sul do país no mês passado. O resultado é ainda melhor quando se leva em consideração o acumulado do ano até aqui: em 2021, Santa Catarina tem um saldo de 176.789 novos postos de trabalho. Trata-se do terceiro melhor resultado em números absolutos entre todos os estados, atrás apenas de São Paulo (786 mil) e Minas Gerais (290 mil), ambos com populações muito maiores que Santa Catarina.

Para o governador Carlos Moisés, os números apresentados pelo Ministério da Economia demonstram na prática o diferencial da economia catarinense. Ele conta que, se levados em consideração os últimos 12 meses, Santa Catarina registra 226.371 novas vagas formais de emprego. O chefe do Executivo lembra ainda que a taxa de desemprego está em 5,8%, a menor do país e menos da metade da média nacional.

Na divisão por setores econômicos, os serviços tiveram o melhor saldo de setembro, com 7.359 novas vagas. Em seguida, aparecem a indústria (4.549), o comércio (4.273), a construção civil (1.077) e a agricultura (571).

O Brasil gerou 313.902 postos de trabalho em setembro deste ano, resultado de 1.780.161 de admissões e de 1.466.259 de desligamentos de empregos com carteira assinada. No acumulado de 2021, o saldo positivo é de 2.512.937 de novos trabalhadores no mercado formal.

Fonte: Diário do Sul

Open chat
Entre em contato conosco! =)