site loader
7 de outubro de 2021 Mesmo com reajuste tarifário anual Cegero se mantém entre as tarifas mais baratas do Brasil

A Diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) aprovou no dia 28 de setembro de 2021, em reunião pública ordinária, o reajuste tarifário de 21 permissionárias localizadas em Santa Catarina e São Paulo, entre elas a da Cooperativa de Eletricidade de São Ludgero – Cegero.

Com um reajuste médio de 11,41%, a Cegero se manteve entre as tarifas mais baratas do Brasilentre as 105 distribuidoras com tarifas homologadas pela ANEEL no Brasil. O efeito médio do reajuste a ser percebido pelos consumidores faturados em Baixa Tensão será de 13,50%, sendo 11,83% para os residenciais. Já para os consumidores faturados em Alta Tensão o efeito será de 10,86%.

O reajuste teve como fatores principais a atualização do contrato de suprimento com a CEMIG GERAÇÃO S.A, reajustado pelo IPCA, que nos últimos 12 meses fechou em 9,68%, e o reajuste na tarifa de suprimento da Celesc de 14,52%, bem como o aumento dos encargos setoriais, em especial aqueles vinculados a crise hídrica.

A Cegero informa que as novas tarifas estão disponíveis no seu endereço eletrônico http://www.cegero.coop.br/comerciais/tarifaservico e passam a valer a partir de 30 de setembro de 2021.

Open chat
Entre em contato conosco! =)