site loader
25 de fevereiro de 2021 Médico prevê ‘mortes em escala’ em Xanxerê e militares fazem oração

Uma boa ação faz toda a diferente para dar apoio aos profissionais da saúde que estão na linha de frente ao combate do novo coronavírus. Em Xanxerê, no Oeste de Santa Catarina, policiais civis, policiais militares e bombeiros se uniram nesta quinta-feira (25) para uma corrente de oração.

Em frente ao HRSP (Hospital Regional São Paulo) e ao ambulatório de campanha, a ação em prol de todos aqueles que passam por esse momento difícil foi presenciado por moradores, pedestres e motoristas. Em silêncio e com as cabeças abaixadas, os militares puderam interceder pela recuperação dos acamados.

Após o momento de oração, foi realizada uma calorosa salva de palmas a todos os profissionais da saúde que diariamente trabalham para salvar vidas.

“Resolvemos fazer essa oração por aqueles que estão acometidos pela doença e estão em recuperação. Também fizemos um momento de aplausos para homenagear os profissionais da saúde”, comenta o delegado de polícia civil, Adilson Bressan.

Participaram do ato nesta manhã cerca de 40 agentes da segurança pública de Santa Catarina.

Situação desesperadora

Na última coletiva de imprensa do comitê de enfrentamento a Covid-19 em Xanxerê, na quarta-feira (24), o médico Vinicius Chies De Moraes, a situação é desesperadora. “Estamos perdendo pacientes, pessoas infelizmente estão morrendo uma atrás da outra e eu não estou exagerando. A história de escolher quem vai ter a opção de ser entubado, escolher quem vai sobreviver, é uma realidade que está acontecendo. Nós teremos mortes em grande escala e isso é desesperador”, conclui.

Fonte: NDmais

Open chat
Entre em contato conosco! =)