site loader
20 de abril de 2021 Maju Coutinho sobre caso de racismo em Goiânia: “Tem que punir mesmo”

Foto: Reprodução

Apresentadora do Jornal Hoje desabafou sobre o episódio em que um morador de um prédio de luxo de Goiânia xingou a porteira de “macaca”

A jornalista Maju Coutinho mostrou toda a sua indignação no Jornal Hoje desta segunda-feira (19/4) ao comentar o caso da porteira de um prédio de luxo no Jardim Goiás, região nobre de Goiânia, que foi alvo de xingamentos racistas por parte de um dos moradores.

Após a exibição de uma uma entrevista com a vítima, Maju, que já foi alvo de ataques racistas na web, desabafou.

“Solidariedade à ela. Racismo arraigado. Tem que punir mesmo. Que que é isso?! Dinheiro tem, tudo tem, educação não tem, consciência não tem? Olha, nós também tentamos entrar em contato por telefone com Vinicius Pereira da Silva mas ele não atendeu. Ele tem que se apresentar pra depor até amanhã”, comentou.

Entenda

O morador se irritou após ser impedido pela profissional de entrar na garagem sem se identificar, uma vez que ele estava sem o controle de acesso do local. O procedimento padrão foi seguido à risca pela vítima, mas o homem se irritou e começou a xingá-la de “macaca” e “chimpanzé”. Ela conseguiu filmar parte das ofensas.

O caso foi levado à polícia nesta segunda-feira (19/4). A vítima está sendo auxiliada pela administração do edifício (Residencial M Times) e também pela empresa terceirizada, pela qual ela presta serviços como porteira.

“Eu fiquei com muito medo e decidi gravar para realmente registrar que eu estava sendo ofendida, porque, se eu precisasse provar, eu teria um respaldo. Só consegui filmar no finalzinho, porque ele já estava me xingando bem antes. Foi só no final que eu consegui filmar. Eu estava muito nervosa e não conseguia colocar no vídeo”, disse ela ao Metrópoles.

Fonte: Metrópoles

Open chat
Entre em contato conosco! =)