site loader
29 de março de 2021 Macaco é encontrado morto na comunidade de Santo Antônio em São Ludgero

No sábado, 27 de março, o proprietário de terreno rural na comunidade do Santo Antônio, Adelmo Wernke, ao verificar uma fonte de água dentro da mata, encontrou um macaco morto. De imediato avisou o prefeito de São Ludgero, Ibaneis Lembeck, o Iba. O recolhimento de amostras para saber a causa da morte não foi possível diante do avançado estado de decomposição do animal. O ocorrido levanta o alerta para que as pessoas fiquem em dia com a vacina contra a Febre Amarela.

Ao receber a ligação de Adelmo o prefeito Iba manteve contato com a Secretária de Saúde, Nilva Schlickmann Pickler, que comunicou a Regional de Saúde. “Diante do avançado estado de decomposição, a Regional de Saúde informou que não seria possível recolher as amostras para realização de exames laboratoriais que confirmariam a causa da morte. Recomendou que o animal fosse enterrado, a qual foi feito pelo morador Adelmo”, detalha a secretária. Ela diz que o ocorrido leva a preocupação relacionada à doença Febre Amarela.

Os macacos não transmitem o vírus da Febre Amarela.  A Coordenadora da Atenção Primária à Saúde e da Vigilância Epidemiológica em São Ludgero, Enfermeira Maria Madalena Beltrame, esclarece que os macacos são apenas vítimas, mas sinalizam a circulação do vírus. “Ao encontrar um macaco doente ou morto pedimos que comunique, imediatamente, a Secretaria de Saúde. Agradecemos o morador Adelmo por avisar assim que encontrou. Um macaco morto liga o alerta para a Febre Amarela”, pontua.

Na região da Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) os municípios de Santa Rosa de Lima, São Martinho, Braço do Norte e Rio Fortuna registraram casos de epizootias positiva para Febre Amarela em primatas não humanos (macacos). O município de Grão-Pará notificou casos de epizootias (animal em estado de decomposição, não sendo possível coletas para análise).

A Secretária de Saúde, Nilva Schlickmann Pickler, diante do ocorrido aproveita para reforçar a importância das pessoas estarem em dia com a vacina contra a Febre Amarela. “Na dúvida procure a Sala de Vacinas que funciona na ESF Margem Esquerda, próximo a Prefeitura, das 8 às 17 horas sem fechar ao meio dia. Levantamento mostra que muitas pessoas não estão em dia com a vacina”, resume.

Open chat
Entre em contato conosco! =)