site loader
17 de agosto de 2021 Justiça determina prisão preventiva de acusado de esfaquear e matar a própria filha

O juízo da 1ª Vara Criminal de Criciúma determinou que o homem, de 39 anos, acusado de esfaquear a matar a própria filha, Alexia Zuchinalli, de 13 anos, no bairro Imperatriz, em Criciúma, seja mantido em prisão preventiva. Desta forma, ele permanecerá detido no Presídio Santa Augusta, para onde foi encaminhado, enquanto responde o processo criminal. 

A determinação judicial aconteceu ainda durante o fim de semana, após a prisão em flagrante do suspeito. As audiências de custódia estão suspensas atualmente por conta da pandemia, mas após sua prisão ele foi apresentado ao juízo (de forma remota) no prazo de 24 horas e após manifestação do Ministério Público a prisão em flagrante foi convertida em prisão preventiva. 

Conforme informou a Polícia Civil, que ainda está elaborando o inquérito policial, o homem deverá ser indicado por sete crimes: feminicídio contra a adolescente, três tentativas de homicídio qualificado, duas tentativas de feminicídio e pelo incêndio criminoso. O acusado também possuia diversas passagens pela polícia por furto, lesão corporal, posse de drogas e tentativa de homicídio. 

O crime aconteceu na noite da última sexta-feira, dia 13, quando armado com uma faca, ele golpeou a filha de 13 anos e também seu outro filho, de sete anos, na região do joelho. Após cometer o crime, ele ateou fogo na residência. 

Fonte: Engeplus

Open chat
Entre em contato conosco! =)