site loader
15 de outubro de 2021 Jovem entrega bilhete à polícia de SC após homem manter própria família em cárcere: ‘Tentou matar eu e minha mãe’

Foto: Polícia Civil/Divulgação

As violências e ameaças teriam ocorrido na segunda e terça-feira. Homem de 40 anos foi preso em flagrante em Itapema, no Litoral Norte.

Um homem de 40 anos foi preso suspeito de manter a mulher e duas filhas em cárcere privado em Itapema, no Litoral Norte, na quarta-feira (13). Durante a ocorrência, uma das filhas, de 18 anos, entregou um bilhete à Polícia Militar escrito: “Ele tentou matar eu e minha mãe“. As violências ameaças teriam ocorrido na segunda (11) e terça-feira (12).

A PM foi até a casa da família após uma denúncia. No local, estava o suspeito, a esposa dele, de 38 anos, e a filha. Segundo a PM, o homem teria agredido as duas mulheres e uma outra filha, de 13 anos, que não estava na residência no momento da ocorrência.

Uma das vítimas entregou o bilhete à polícia durante a abordagem — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Uma das vítimas entregou o bilhete à polícia durante a abordagem — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Na delegacia, a mãe e a filha mais velha contaram à Polícia Civil que foram levadas, junto com a adolescente, a um sítio na cidade no início da semana. No local, a mãe das meninas foi agredida com socos e chutes. Ainda segundo a polícia, ela também sofreu tentativa de homicídio com um machado.

Segundo o relato da mãe para a polícia, a filha mais nova tentou defendê-la, mas foi agredida com um chute. O homem deixou as três trancadas na residência e ameaçou matar a filha mais velha com uma foice. As mulheres foram proibidas de sair da casa. O local foi trancado com cadeado por fora.

Barro na comida

Segundo a filha mais velha, durante os dias em que passaram no sítio, o homem também colocou barro no arroz e tentou obrigar as vítimas a comerem. Ele também teria quebrado móveis e chegou a ameaçar a matar a avó das jovens.

O agressor foi preso em flagrante e levado até a Unidade Prisional de Itapema. Ele responde pelos crimes de cárcere privadolesão corporal e ameaça.

Fonte: G1 SC

Open chat
Entre em contato conosco! =)