site loader
28 de abril de 2021 Governo de SC planeja implantar vacina da Pfizer em todo Estado; entenda

Segundo o superintendente em vigilância em saúde, Eduardo Macário, há a possibilidade de que ao menos quatro regionais recebam freezers para armazenamento das doses

Nos próximos dias, Santa Catarina receberá a primeira remessa da vacina da Pfizer, mais um imunizante importante para o combate da Covid-19. Neste primeiro momento, porém, Florianópolis, será a única cidade que receberá as doses, já que, segundo o Ministério da Saúde, ela conta com a estrutura ideal para o armazenamento.

Mas, a Secretaria de Estado da Saúde, já planeja alternativas para que a vacina possa ser utilizada também em outros municípios catarinenses, segundo o superintendente da vigilância em saúde, Eduardo Macário.

Diferente da Coronavac, por exemplo, a vacina da Pfizer precisa ser armazenada em ultrafreezers de até -70º. Por isso, a SES vem estudando a possível aquisição desses equipamentos para serem distribuídos nas regionais de saúde.

“Já temos a sinalização de receber freezers para que a gente possa distribuir e abastecer as regiões da Grande Florianópolis, Nordeste, Sul e o Oeste do Estado com a vacina da Pfizer”, conta Macário.

A expectativa é de que a vacina chegue no dia 2 de maio na capital catarinense. Segundo prefeito Gean Loureiro, além do Centro de Eventos Luiz Henrique da Silveira, em Canasvieiras, no Norte da Ilha, a vacinação com imunizante da Pfizer ocorrerá no Floripa Shopping, UFSC, antigo aeroporto e Beira-Mar Continental.

O superintende também comentou sobre a inclusão de grávidas no grupo prioritário para recebimento da vacina contra a Covid-19. Ele diz que a recomendação é de que gestantes, que tenham comorbidades, se vacinem.

Já as que fazem parte de outros grupos prioritários, como da educação e saúde, só recebam o imunizante após recomendação médica.

Portaria que fala sobre eventos será finalizada em breve

Macário disse, ainda, que a SES está finalizando a portaria que trará regras para o funcionamento de bares e restaurantes, além da realização de eventos. A previsão é de que o documento seja divulgado até sexta-feira (30). 

“Estamos na fase final de análise, sempre atuando para ter ambientes mais seguros, arejados e com distanciamento social. Precisamos que pessoas e empresários entendam que ainda estamos em uma pandemia e precisamos pensar que toda a retomada deve ser feita de forma segura, para que não haja aumento no número de casos”, ressalta.

Fonte: ND+

Open chat
Entre em contato conosco! =)