site loader
22 de setembro de 2021 Especialistas avaliam como raríssima aparição de grupo de tubarões na praia de Balneário Camboriú

Foto: Reprodução Redes Sociais

Um deles foi visto próximo à orla. Especialistas acreditam que obra de alargamento da faixa de areia influencia vida desses animais.

A aparição de um grupo de pelo menos três tubarões-martelo na Praia Central de Balneário Camboriú, no Litoral Norte catarinense, é considerada raríssima por especialistas. A espécie não é característica das águas rasas, e o engordamento da faixa de areia prejudica a respiração, o que afasta os animais.

“Ao contrário de atrair, a atividade de engorda de praia, que é remoção de sedimentos de um determinado local e reposição no outro, afasta organismos”, avalia o oceanógrafo Paulo Ricardo Schwingel. Os animais foram vistos na quinta-feira (16).

Em um trecho onde ocorreu as obras de alargamento da praia, a aproximação de um tubarão com cerca de 2 metros de comprimento despertou curiosidade no Molhe da Barra Sul na quinta.

O animal nadava na região com as nadadeiras expostas próximos da linha dágua, o que significa que havia se alimentado recentemente e que estava relaxado naquele momento, segundo o curador do Museu Oceanográfico da Univali e pesquisador, Jules Soto.

Tubarão foi visto em área central de Balneário Camboriú (SC) na quinta-feira (16) — Foto: Redes Sociais/Reprodução

Tubarão foi visto em área central de Balneário Camboriú (SC) na quinta-feira (16) — Foto: Redes Sociais/Reprodução

Também indica que a espécie foi atraída para as águas rasas em busca de alimentos e, portanto, não representa risco aos banhistas.

O trabalho de alargamento na região, segundo o pesquisador, pode der deixado à disposição peixes como linguados e corvinas, que estão entre os favoritos do tubarão-martelo. A situação, porém, foge ao padrão de comportamento da espécie e dificilmente deve se repetir.

Regiões costeiras

As características de Balneário Camboriú não são atrativas aos tubarões, segundo o oceanógrafo Schwingel, que é doutor em ciências naturais pela Universidade de Hamburgo, na Alemanha. Ele afirmou que animais como os tubarões-martelo nadam em regiões costeiras somente em situações especiais, como na hora de dar à luz.

Mesmo assim, disse ele, preferem águas mais abertas e profundas, e não enseadas como a Praia Central de Balneário Camboriú.

Dificuldade para respirar

O avistamento de tubarões é ainda mais raro quando obras como as que ocorrem em Balneário Camboriú estão em andamento. Isso porque o engordamento da praia afasta os peixes, já que aumenta a turbidez da água.

Segundo Schwingel, as partículas de areias que ficam em suspensão na água com a movimentação das obras, representam risco aos animais. Elas podem causar entupimento das brânquias, o que prejudica a respiração dos tubarões. Por instinto, eles evitam essas regiões.

Uma possibilidade para justificar a aproximação dos tubarões é de que estivessem com algum problema de saúde, o que causaria o comportamento atípico, conforme o especialista.

Monitoramento

A Secretaria de Meio Ambiente de Balneário Camboriú informou que está monitorando a ocorrência de animais nas proximidades das obras de alargamento da Praia Central.

Técnicos ambientais estão a bordo da draga para paralisar os trabalhos em caso de aproximação de grandes animais, como baleias – o que, por enquanto, não ocorreu.

Fonte: G1 SC

Open chat
Entre em contato conosco! =)