site loader
3 de novembro de 2020 Equipe de TV é agredida enquanto trabalhava em praia de Florianópolis

Repórter é agredida por pessoas que descumpriam regras contra Covid-19 na praia do Campeche, em Florianópolis – Foto: NSCTV/Reprodução/ND

Caso aconteceu na praia do Campeche, no Sul da Ilha de Santa Catarina, e foi filmado pelos profissionais da NSC TV, que estavam no pleno exercício da profissão

Uma equipe da NSC TV foi intimidada e agredida por um grupo de pessoas que descumpriam as regras de isolamento social contra a Covid-19. O caso aconteceu na manhã desta segunda-feira (2) na Praia do Campeche, em Florianópolis.

Um cinegrafista e uma repórter da emissora gravavam uma reportagem sobre a fiscalização de cumprimento às medidas restritivas de combate à Covid-19 na cidade.

A Acaert (Associação Catarinense de Emissoras de Rádio e Televisão) e ACI (Associação Catarinense de Imprensa) emitiram nota de repúdio e cobraram providências das autoridades. O ND+ se solidariza com os colegas, agredidos durante o exercício da profissão.

A agressão

A repórter Bárbara Barbosa e o cinegrafista Renato Soder faziam uma reportagem sobre as fiscalizações na praia quando foram agredidos. A equipe foi cercada por um grupo de pessoas, que passou a ameaça-los.

Momento em que a repórter (à esq.) tenta recuperar o aparelho tomado por uma mulher – Foto: NSCTV/Reprodução/ND

O grupo avançou sobre a câmera na tentativa de impedir as filmagens e uma mulher arrancou o telefone celular das mãos da repórter. Após a confusão, o aparelho foi recuperado. Bárbara chegou a ficar com marcas da agressão nos braços.

A Guarda Municipal e a Polícia Militar foram acionadas. A NSC TV informou que pretende registrar a ocorrência. Em nota, a emissora afirmou que os agressores pagarão pelos seus atos.

A permanência na faixa de areia é proibida em Florianópolis. Segundo decreto estadual, que estabelece medidas para as regiões em nível grave como a Grande Florianópolis, a passagem pelas praias está liberada apenas para prática esportiva individual. O uso de máscara e o distanciamento são obrigatórios, segundo o texto. 

Confira a nota da NSC:

O ataque e a agressão à equipe da NSC, nesta segunda-feira na Praia do Campeche, são uma tentativa de impedir o trabalho da imprensa, de levar os fatos ao conhecimento público – o que é garantido pela Constituição federal. Atitudes como esta, que infelizmente mostramos no Jornal do Almoço, estão se repetindo no país inteiro. Mas elas revelam e fortalecem a importância do nosso trabalho. Os agressores responderão pelos seus atos. E nós vamos continuar fazendo o que fazemos: jornalismo profissional, independente e essencial para a sociedade catarinense.

Fonte: ND+

Open chat
Entre em contato conosco! =)