site loader
24 de agosto de 2021 Criciúma não vencia três jogos seguidos desde 2019

A sequência de vitórias sobre São José, Ypiranga e Oeste não só deu ao Criciúma excelentes condições de classificação na Série C do Brasileiro, como quebrou uma sina de mais de dois anos dentro do clube. A última vez que o Tigre havia conquistado três vitórias seguidas foi entre março e abril de 2019, ainda pelo Campeonato Catarinense, quando o time era dirigido por Gilson Kleina.

Aquela sequência invicta teve início em 31 de março, com a vitória por 1 a 0 sobre o Metropolitano, em Blumenau. Depois daquele dia, o Tigre emplacou dois triunfos pela contagem mínima sobre Joinville, no Heriberto Hülse, e Hercílio Luz, no Aníbal Costa. A quarta vitória seguida não veio porque a Chapecoense veio ao Majestoso e bateu os carvoeiros por 2 a 0, pela Copa do Brasil.

Desde então, o Criciúma não conseguiu repetir a série de três vitórias consecutivas. Bateu na trave algumas vezes, conseguindo emendar dois triunfos em sequência entre junho e julho de 2019, agosto de 2020 e, mais recentemente, entre junho e julho deste ano. Com o 3 a 1 sobre o Oeste, bateu essa marca.

Como curiosidade, a última vez que o Criciúma emendou três vitórias seguidas em uma competição nacional foi em setembro de 2018: no dia 4, o time então treinado por Mazola Júnior derrotou o Juventude, em Caxias do Sul, por 1 a 0, e completou a série com vitórias em casa sobre Fortaleza, por 2 a 0, e Avaí, 3 a 2.

Também foi em 2018 que o Tigre conseguiu juntar quatro vitórias consecutivas, mas ainda no Estadual e sob a batuta de Argel Fucks. Entre março e abril daquele ano, derrotou Avaí e Inter de Lages, por 2 a 1, e Joinville e Hercílio Luz, por 1 a 0, todos pelo Campeonato Catarinense. Esse é o próximo tabu a ser batido por Paulo Baier e companhia, que jogam na sexta-feira contra o Novorizontino.

Fonte: Engeplus

Open chat
Entre em contato conosco! =)