site loader
18 de março de 2021 Covid-19: vírus mais rápido e letal circula em Joinville

Mais contagiosa e letal do que o coronavírus “original”. A variante britânica, ou B. 1.1.7, chegou ao Brasil e, em Joinville, no Norte de Santa Catarina já reflete nos números de casos ativos, graves e internações. Apesar de não ter “confirmação”, o número de casos suspeitos passou de apenas um no dia 8 de março para, pelo menos, seis nesta quinta-feira (18).

Os resultados científicos iniciais sugerem que ela seja de 50% a 70% mais contagiosa e de 30% a 40% mais letal. Apesar de não existir casos oficialmente na cidade, o secretário de Saúde Jean Rodrigues chama a atenção para a mudança de perfil dos casos, que se identificam com as características da variante. “O perfil é diferente, a de Manaus é mais contagiosa, espalha mais rápido e a britânica com característica de ser mais grave. Estamos vendo se espalhar mais rápido e com mais gravidade. Então, por analogia, temos as duas se espalhando”, alerta.

Além da britânica, a variante P.1 já está na cidade e com transmissão comunitária, com taxa elevada de transmissibilidade. O secretário explica, ainda, que há três variantes circulando em Santa Catarina, com as duas monitoradas em Joinville. Além disso, o Estado já tem outras variantes sendo estudadas. “Não temos mais a cepa tradicional. Isso nós enxergamos pelo comportamento das internações e do agravamento. Não é a mesma doença”, finaliza.

Fonte: NDmais

Open chat
Entre em contato conosco! =)