site loader
26 de outubro de 2021 Cinco mulheres são vítimas de agressões na região

Pelo menos, cinco moradoras da região foram vítimas de agressões físicas e ameaças entre domingo e segunda-feira. Em um dos casos, em Braço do Norte, a vítima estava grávida de cinco meses.  

Essa ocorrência foi registrada no bairro Floresta. Segundo a vítima, ela estava deitada na cama, mexendo no celular, quando o companheiro arrancou o aparelho da mão dela e tentou estrangulá-la.

A mulher relatou que os sogros a ajudaram e, depois, o companheiro fugiu da casa e não foi mais encontrado. A vítima também confessou que essa seria a segunda vez que é ameaçada e agredida pelo homem.

O Samu foi acionado e, segundo o boletim de ocorrência da PM, a mulher passa bem. Mesmo com a reincidência, a polícia informou que a moradora não quis representar contra o companheiro.

Em Imbituba, a Polícia Militar registrou outros três casos de violência contra a mulher. Um deles foi no bairro Mirim. A vítima informou que estava em uma festa, onde encontrou o ex-marido. As agressões teriam acontecido enquanto o ex levava a mulher para casa. Ela teria sido atingida por socos e chutes, sofrendo escoriações em uma das mãos.  

Logo depois, no bairro Ibiraquera, outra mulher revelou que tinha apanhado do marido. O suspeito teria desferido socos no rosto e no peito da vítima, que teve diversos objetos danificados durante a violência. Enquanto a PM atendida o caso, o marido desacatou os policiais e disse que era “bandido e filho de satanás”. Foi preciso fazer o uso de força para detê-lo e algemá-lo. Ambos foram levados ao hospital e, depois, encaminhados à Polícia Civil.

Na Vila Alvorada, um filho evitou que a mãe fosse agredida pelo companheiro. A vítima relatou aos policiais que sofria ameaças psicológicas há algum tempo e que só não apanhou porque o filho intercedeu. Segundo a PM, a mulher não quis representar contra o suspeito.

Caso em Orleans

Em Orleans, uma moradora acionou a PM após ser agredida no pescoço pelo ex-companheiro. A vítima informou que a agressão aconteceu durante uma discussão do casal. O homem também teria feito ameaças de morte. Um parente da vítima estava no local e ajudou a separar a briga. O suspeito conseguiu fugir antes da chegada da guarnição. 

Fonte: Diário do Sul

Open chat
Entre em contato conosco! =)