site loader
15 de julho de 2021 Cidasc concede Selo ARTE para mel produzido em São Martinho

São Martinho está entre os nove municípios de Santa Catarina – sendo o único da região Sul – que possui o Selo ARTE em um produto fabricado integralmente de forma artesanal. Trata-se do “Mel Honig Haus”, cultivado pelas famílias Heinzen e Schmoeller. Com o título, o mel em questão pode ser comercializado em todo o país.

Segundo a Cidasc, órgão concessor do Selo, durante auditoria in loco foi possível observar boas práticas agropecuárias e de fabricação, além de conferir o registro no Serviço de Inspeção Municipal (SIM). “A família realiza todo o trabalho, incluindo a coleta das melgueiras. As caixas das abelhas também são um diferencial, pois são construídas na propriedade, com madeiras selecionadas”, asseguraram os fiscalizadores. O selo foi entregue à família nesta terça-feira, 13 de julho, em cerimônia reservada aos produtores, representantes da Cidasc, entre eles o presidente Plinio de Castro, representantes da Cresol e autoridades locais.

“Somos uma empresa familiar com mais de 30 anos de atuação, esse reconhecimento é ímpar. Da extração ao envase, todo o processo é 100% artesanal. O Selo ARTE vai abrir muitas portas, pois vamos poder vender nosso mel para todo o país, realmente expandir nossa empresa. O trabalho não para, e vamos crescer cada vez mais”, afirma Suzane Schmoeller, proprietária da Honig Haus.

O cultivo de abelhas e produção do mel teve início na família no ano de 1989, quando o produto era comercializado em pequena escala para outros entrepostos. Com o aumento da produção, optou-se pela criação de uma marca própria.

“Esse selo conquistado pela Honig Haus é motivo de muito orgulho para nós sãomartinhenses. Ficamos na expectativa que seja o primeiro de muitos. O Selo Arte traz a oportunidade ao produtor artesanal de expandir a comercialização para todo país, além de agregar valor aos seus produtos. Para os consumidores, é uma garantia de qualidade, com a segurança de que a produção é artesanal, porém respeitando as Boas Práticas Agropecuárias e de Fabricação. Parabéns às famílias Heinzen e Schmoeller, que foram reconhecidas pela excelência de todo o processo de fabricação do mel”, exaltou o prefeito Robson Jean Back.

O Selo ARTE

O Selo ARTE é uma certificação que permite agregar valor aos produtos de origem animal de pequenas e médias agroindústrias. O processo para obtenção do selo funciona da seguinte forma: a Cidasc realiza auditoria analisando se a empresa ou produto atente aos requisitos necessários para a concessão do selo.

O principal requisito é que tanto o produto, quanto o processo, precisam ser considerados artesanais. Para isso, dentre outros fatores, o produtor precisa possuir um serviço de inspeção implantado, comprovar a adoção de boas práticas de fabricação e boas práticas agropecuárias para a obtenção da matéria-prima, incluindo atenção a sanidade, a nutrição, ao manejo adequado dos animais e as boas práticas ambientais.

O Serviço de Inspeção – Selo ARTE, é amparado pela Lei nº 13.680/2018, que adicionou o art. 10-A à Lei já existente nº 1.283/1950, que dispõe sobre o processo de fiscalização de produtos alimentícios de origem animal produzidos de forma artesanal.

Open chat
Entre em contato conosco! =)