site loader
10 de fevereiro de 2022 Cardápios sem adição de açúcar para alunos da Rede Municipal de Ensino de São Ludgero

Com o objetivo de serem utilizadas nos cardápios escolares da Rede Municipal de São Ludgero, uma Oficina de Nutrição foi realizada para ensinar merendeiras e auxiliares de lactários receitas sem adição de açúcar. Ela foi ministrada ontem, terça-feira, 8 de fevereiro, no CEI Dom Gregório Warmeling, pelo nutricionista Felipe Fernandes Gabriel.

 A proposta de retirada do açúcar dos cardápios da Educação Infantil visa cumprir o estabelecido por meio da resolução Nº 6/2020 do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que proíbe a oferta de alimentos ultraprocessados e a adição de açúcar, mel e adoçante nas preparações culinárias e bebidas para as crianças até três anos de idade, além de orientar que sejam oferecidas mais porções semanais de frutas e hortaliças para todos os níveis de ensino. Restringe também a oferta de enlatados, margarinas e doces e proíbe a utilização de recursos do PNAE para aquisição de cereais adoçados, balas, bombons, biscoitos ou bolachas recheadas, temperos com glutamato monossódico ou sais sódicos, maioneses e alimentos em pó ou para reconstituição, entre outros similares. Bebidas como refrigerantes e refrescos artificiais já eram proibidas no âmbito do programa.

A nutricionista Karine Andrade Beltrame, responsável pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), ressalta que o cardápio seguido nas instituições já é bastante adequado ao que a resolução determina, porém será necessário alguns ajustes no cardápio da Educação Infantil, onde ainda se fazia o uso do açúcar de adição.

Desta forma, a Secretaria de Educação, Cultura e Esportes de São Ludgero, por meio do Departamento de Alimentação Escolar, promoveu oficinas de culinária com o objetivo de auxiliar as merendeiras nesse novo desafio. Durante toda a capacitação,  as merendeiras tiveram oportunidade de testar e colocar em prática várias receitas com zero adição de açúcar, que já serão inclusas no cardápio a partir do primeiro dia de aula.

“Em São Ludgero, cerca de 1,5 mil alunos recebem diariamente carinho em forma de alimento no cardápio da alimentação escolar. Responsável pela alimentação servida em toda a rede municipal de ensino, o departamento oferece uma média diária de 2.330 refeições, elaboradas especificamente para atender às diferentes necessidades nutricionais de cada faixa etária de acordo com o tempo de permanência na unidade escolar. A adaptação das receitas irá contribuir muito para o desenvolvimento infantil além da formação de hábitos alimentares saudáveis de nossas crianças”, detalha a nutricionista da Rede Municipal, Karine Andrade Beltrame.

Open chat
Entre em contato conosco! =)