site loader
5 de julho de 2021 Cantor sertanejo fará cirurgia de aumento peniano, em Blumenau

Foto: Reprodução Instagram

Um dos maiores tabus masculinos deve entrar em debate nos próximos dias e deixar de ser tratado apenas na intimidade. A coragem de assumir que fará uma cirurgia de faloplastia, ou aumento peniano, dá ao cantor sertanejo Tiago Silva, da dupla com Hugo, um rosto que muitos homens preferem não mostrar.

A vergonha em assumir que deseja fazer o procedimento, mais comum fora do país, demonstra que o preconceito ainda domina o universo masculino, principalmente quando falamos do meio sertanejo, conhecido por ser mais “machista”.

Tiago, aos 37 anos confessa que sempre foi vaidoso, embora mais para alguns aspectos que para outros. Já passou por outros procedimentos, como um implante capilar, uma rinoplastia, uma blefaroplastia, uma harmonização facial e até uma lipoaspiração de abdômen, quando tinha 21 anos. A aparência é importante, segundo o cantor e ele aposta na prevenção, afinal, como ele mesmo diz é melhor mexer agora do que lá na frente os problemas serem maiores.

A faloplastia

Tiago optou pela cirurgia, tabu entre os homens, por se definir como um homem moderno, que acredita no emprego da medicina e da tecnologia como ferramentas para o bem-estar das pessoas.

“As pessoas têm o direito de fazer aquilo que as deixem felizes, seja esteticamente, ou emocionalmente. Por isso optei pelo procedimento, para minha satisfação pessoal, puramente estética”, explicou.
O cantor, na estrada com Hugo desde 2004, conta que o assunto surgiu como uma brincadeira em um bate papo informal com amigos catarinenses.

“Adoro Santa Catarina e fazemos muitos shows por aqui, lugar onde tenho muitos amigos. Numa conversa descontraída surgiu um assunto sobre como seria bom ficar forte da noite pro dia, uma vez que o cantor é praticante de musculação diariamente e até existem cirurgias nesta área, e rolou uma brincadeira de que, cirurgia boa seria mesmo a de aumentar o tamanho do pênis. Brincamos: Mas essa não tem, tem? E alguém comentou sobre Blumenau e o médico reconhecido internacionalmente pelo procedimento. Ali despertou minha curiosidade”, afirmou Tiago.

Cirurgia agendada


Através de um amigo em comum, Tiago foi apresentado ao médico de Blumenau, Cláudio Eduardo de Souza e a partir dali o assunto ganhou forma. O médico é especialista em cirurgia plástica, sendo membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e com treinamento na Filadélfia, nos Estados Unidos.Desde o primeiro contato, Tiago foi tendo as informações que precisava sobre a cirurgia, o que lhe trouxe segurança quanto ao procedimento.

“O Dr. Cláudio me deixou super seguro. Tivemos várias conversas e, justamente por saber do trabalho dele numa região tão delicada fui entender que isto seria possível. Dá um pouquinho de medo, confesso, porque se trata de uma parte do corpo completamente ligada a muitas coisas importantes da nossa vida, da relação afetiva, do bem-estar, ou seja, pro homem é muito delicado. Temos medo de ter problemas na parte íntima, mas por acreditar na capacidade do médico e sua equipe estou completamente à vontade”, pontuou o cantor, que passará pela cirurgia nesta terça-feira(6), num hospital de Blumenau.

Repercussão

O brasileiro não perdoa, e claro, alguns assuntos ligados à intimidade podem gerar uma repercussão com tom de brincadeira. Tiago diz estar preparado para o que vem pela frente. “O novo sempre traz uma incógnita e quando é algo que a gente desconhece pode causar várias interpretações. Acho que hoje o público sertanejo e as pessoas, tanto no nosso estilo musical, quanto o sertanejo no estilo de vida estão mudando esse conservadorismo e se adaptando ao novo século e tudo que acontece no mundo. Temos o caso do cantor sertanejo Edson, da dupla com Hudson, que fez uma cirurgia de glúteo e não teve problemas em assumir”, pontuou o cantor, já prevendo as brincadeiras, principalmente no universo das redes sociais.

Sei que a internet não perdoa e pode fazer piada sobre o assunto, mas isso não me afeta, sou um cara seguro de quem sou e do que faço. Meu objetivo é colocar o tema em discussão e encorajar outras pessoas.
Para Tiago, uma cirurgia íntima como esta causa muito impacto, mas ele aposta numa repercussão positiva. “Estamos falando de um assunto que não é simplesmente, ‘ah, eu vou fazer’, mas sim de uma cirurgia onde existe um super profissional por trás, um cara que domina o assunto de todas as formas e que é respeitado no mundo todo. Através da informação que as pessoas vão ter sobre o tema, muita gente pode ter a coragem de procurar ajuda e entender que se uma pessoa conhecida fez, então eu posso fazer também”, acrescentou.
A ideia é dar naturalidade ao assunto, para que ele possa ser abordado sem preconceitos.

O procedimento

A faloplastia, como é popularmente chamada a cirurgia de aumento peniano é pouco praticada no Brasil, sendo mais comum nos Estados Unidos, na Europa e em alguns países asiáticos. Seus objetivos são distintos: reconstrução, quando por algum motivo o paciente perde uma parte do órgão (por acidente ou doença) e a de aumento do pênis. A cirurgia é considerada estética e o procedimento influencia tanto no comprimento, quanto no diâmetro (espessura). No Brasil a média de tamanho é de 13,4 centímetros e o procedimento poderá aumentar o órgão entre dois a cinco centímetros, dependendo da anatomia de cada paciente.

Em Blumenau, Santa Catarina, o Dr. Cláudio Eduardo de Souza, que atua na clínica Transgender Center Brazil, se destaca pelo atendimento a pacientes transgêneros e em cirurgia plástica genital, sendo um dos poucos profissionais que pratica a faloplastia no Brasil. O médico José Carlos Martins Junior, que comanda a clínica, também fará parte do procedimento.

A cirurgia é feita com raquianestesia e dura cerca de 2 horas. Logo após, o paciente permanece em recuperação por mais seis horas no hospital, recebendo alta a seguir. É necessário ficar pelo menos 30 dias sem manter relações sexuais. A recuperação e obtenção dos resultados finais da cirurgia de faloplastia deve ser seguida com fisioterapia, além das orientações e acompanhamento médico.

O médico catarinense já realizou cerca de 150 procedimentos como este. No Brasil, com a técnica empregada por ele, de liberação do ligamento suspensor do pênis e enxertia de gordura, ele é um dos poucos profissionais a proporcionar resultados em tamanho e diâmetro, com segurança e excelentes resultados.

“No procedimento atuamos em três tempos distintos: O primeiro é a liberação do ligamento suspensor do pênis, estrutura que liga o corpo do pênis ao púbis e, ao ser seccionado, faz com que o membro ganhe comprimento. O segundo é o avanço de pele na região peniana e por fim trabalhamos na circunferência, onde tiramos gordura da região pubiana, ou abdominal e injetamos no órgão, aumentando o diâmetro”. Segundo o médico o resultado final varia de paciente para paciente.

Ele explica que alguns médicos injetam produtos no pênis prometendo aumento de tamanho, como o silicone, ou o PMMA. “Infelizmente acontecem casos graves, que geram sequelas, ou até a morte do paciente, por isso a importância de procurar um profissional experiente e certificado para procedimentos invasivos, ou mesmo estéticos”, finaliza.

(Agência A, especial para o jornal Página 3).

Fonte: Página 3

Open chat
Entre em contato conosco! =)