site loader
20 de agosto de 2021 Braço do Norte: PM encontra criança de 8 anos deixada sozinha em casa, sem acesso a alimentação ou banheiro

Uma criança de 8 anos foi encontrada sozinha em casa no bairro Rio Bonito, em Braço do Norte, no fim da tarde dessa quinta-feira, dia 20. Vizinhos relataram à Polícia Militar (PM) que a situação era recorrente, e que diariamente a mãe da menina saía para trabalhar enquanto ela ficava na residência. O caso foi descoberto enquanto policiais realizavam rondas pelo bairro e receberam denúncias.

De acordo com a PM, o local estava todo fechado durante a abordagem. Quando os policiais bateram à porta, a menina perguntou quem era. Assim que descobriu que era a polícia, a criança começou a chorar. “Foi pedido, então, que ela abrisse a porta, e ela disse que não poderia pois a mãe havia trancado com a chave e não tinha como sair”, relata a PM.

A guarnição arrombou a porta e acolheu a criança, brincando com a menina até que ela se acalmasse. Ela contou aos policiais que ficava em casa diariamente, das 7 às 18 horas, e em dias que tem aula vai à escola sozinha e retorna por volta do meio-dia, ficando em casa sem almoço.

A menina contou, ainda, que na quinta-feira, dia da abordagem, havia comido apenas um pão com geleia na parte da manhã. Ela também não tinha acesso ao banheiro, que ficava no lado externo da casa, e relatou usar um balde para as necessidades. 

Na cama da criança, a PM encontrou um caderno com uma lista de atividades que deveriam ser feitas em casa, desde lavar louças e arrumar a cama, até limpar a residência. “Segundo a criança, se ela não fizesse, a mãe batia quando chegava em casa”, destaca o relatório da PM.

O Conselho Tutelar foi acionado para atender o caso. Durante a inspeção, a mãe da menina de 37 anos chegou à casa. Os conselheiros vistoriaram o local e notaram que no banheiro também não havia chuveiro, e a mãe relatou que elas tomavam banho de bacia. “Em conversa com os vizinhos, eles relataram que a criança passava por isso diariamente, e era inclusive agredida em algumas oportunidades, pois eles escutavam seu choro”, explica a PM.

Foi apurado, também, que a menina já havia estado em um abrigo para crianças em Tubarão em pelo menos uma oportunidade. Os envolvidos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil de Braço do Norte para o registro, e a criança foi acompanhada pelo Conselho Tutelar.

Um momento de alento

Já na delegacia, os policiais perguntaram à criança se ela estava com fome. A resposta foi sim. “Os policiais perguntaram o que ela queria, e ela respondeu coxinha. Foi então que as guarnições comparam um lanche (com coxinha), chocolate e suco. Ela ficou feliz acompanhada também das conselheiras tutelares”, finaliza a PM.

Fonte: PM e Engeplus

Open chat
Entre em contato conosco! =)