site loader
6 de maio de 2022 Braço do Norte: famílias acolhidas permanecem no CCI

As atividades da Secretaria de Assistência Social de Braço do Norte, Grupos de Idosos do Centro e Clube de Mães, que ocorrem no Centro de Convivência dos Idosos – Adelina Squizatto de Souza (CCI), no bairro Santa Augusta, estão suspensas até a próxima semana.O local está servindo de abrigo para 21 pessoas (oito famílias) acolhidas pela Assistência Social do Município por causa das chuvas dos últimos dias. “Já estamos agilizando forças-tarefas para mutirão de limpeza, arrecadações e outros auxílios possíveis, tudo para amenizar as perdas dessas famílias”, comentou o prefeito, Beto Kuerten Marcelino.

Segundo ele, em alguns casos, as famílias retornarão para suas casas, já outros dependem de liberação dos órgãos competentes. “Temos alguns casos de área de risco com deslizamento e terra muito enxarcada ainda, por tanto, para a segurança dessas pessoas, permanecerão no abrigo até a liberação das suas residências, recebendo todo o auxílio possível”, explicou.Conforme a secretária de Assistência Social, Gisely Perin Meurer, os técnicos da secretaria estão focando o trabalho na situação dos desalojados. “Por conta disso, os nossos idosos do Centro não terão o encontro nesta segunda-feira, dia 09, o que deve normalizar na outra semana”.Avaliação e recuperação dos estragosPrefeitura e Defesa Civil trabalham para avaliar os estragos.

Até o momento, duas pontes de concreto que ligam Braço do Norte a Grão-Pará foram atingidas, para escoar a produção ou se movimentar, os moradores do Rio Pequeno podem utilizar as pontes altas do São José ou do Rio Amélia.

A equipe da Secretaria de Infraestrutura iniciou os trabalhos de recuperação de bueiros e retirada de barreiras nas estradas no Rio Amélia, Rio Santo Antônio, Avistoso, Sertão do Rio Bonito e Uruguaia. “Pedimos que a população tenha um pouco de paciência neste momento, estamos resolvendo primeiro os casos mais urgentes, acessos, pessoas ainda ilhadas, assim que possível e com as estradas mais secas, passaremos para o patrolamento e lastreamento das mesmas”, explicou Marcos Antônio Pereira de Souza, secretário de Infraestrutura.Já a ponte Osvaldo Westphal, no Centro, conhecida como ponte do Carboni, que estava interditada, foi liberada pela coordenação da SIE na tarde desta quinta-feira. “Nossa preocupação é realocar as famílias, mas já estamos trabalhando em outras frentes como na recuperação de estradas e limpeza das áreas atingidas. Amanhã uma equipe da Amurel virá a Braço do Norte para iniciar os trabalhos de avaliação para possíveis projetos das pontes que foram levadas pela enxurrada”, encerrou Beto.

Open chat
Entre em contato conosco! =)