site loader
24 de novembro de 2020 Bombeiros de São Ludgero alertam sobre riscos de afogamento em rios, riachos e praias com a chegada do verão

Com a chegada do verão os Bombeiros de São Ludgero alertam sobre os cuidados que as pessoas devem ter ao buscar rios, riachos e praias para se refrescarem.

Além da preocupação com o litoral catarinense que tem mais de 450 quilômetros de extensão com centenas de praias para banho, é uma prática realizada por muitas pessoas em São Ludgero e no Vale do Braço do Norte, em dias muito quentes no verão, a busca por rios, riachos e cachoeiras, principalmente por menores. A preocupação aumenta pelo fato de muitos utilizarem de bebidas alcoólicas.

Para o Comandante do Corpo de Bombeiros de São Ludgero, 1º Sargento BM Giovane Batista Martins, é preciso que os pais fiquem atentos aos filhos no caso de menores e para os adultos a dica é que tomem alguns cuidados básicos ao decidirem se banhar em rios da região. “Nosso objetivo não é impedir, apenas alertar sobre os riscos e cuidados que as pessoas devem ter”, ressalta. Ele acrescenta dizendo que o Quartel de São Ludgero está à disposição para esclarecimentos sobre o tema.

Outro alerta feito é direcionado as pessoas que tentam salvar outras que estão em risco de afagamento. “O pedido é que busquem objetos flutuantes para ajudar e no caso de afogamento acione o Corpo de Bombeiros ligando para 193”, lembra o Comandante do Quartel do Corpo de Bombeiros de São Ludgero.

Dicas importantes:

– Não superestime sua capacidade de nadar. Avalie as consequências de um possível acidente;

– Em água doce ou salgada, prefira banhar-se em locais rasos e sem correnteza;

– Se notar que está sendo arrastado por uma dessas correntes, mantenha-se calmo e tente acenar ou gritar por socorro enquanto nada transversalmente (para o lado, em vez de para o raso);

– Não tente salvar pessoas vítimas de afogamento sem estar habilitado. Neste caso, lance algum objeto que a ajude a vítima a flutuar e acione guarda-vidas ou a emergência pelo telefone 193;

– Crianças exigem cuidado redobrado. Não as perca de vista;

– Sempre que possível, opte pelo uso do colete salva-vidas ao invés de objetos flutuantes;

– Nunca nade após ingerir bebidas alcoólicas, alimentos ou se estiver passando mal ou com frio;

– Antes de mergulhar, certifique-se da profundidade. Um acidente pode provocar sequelas irreversíveis;

– Para maior segurança, em praias banhe-se num raio de 200 metros do posto de guarda-vidas;

– No caso de praias atente para a sinalização de praia. Observe a bandeira fixada no posto dos guarda-vidas:

• Vermelha: risco elevado de afogamentos

• Amarela: risco médio de afogamentos

• Verde: risco baixo de afogamentos

Open chat
Entre em contato conosco! =)