site loader
21 de junho de 2022 Atletas ex-Criciúma e que hoje defendem o Metropolitano falam da expectativa de enfrentar o Tigre

Depois do empate com o Caravaggio que teve gosto amargo para o Criciúma, o Tigre volta a campo para tentar recuperar a liderança isolada no Campeonato Catarinense da Série B. O tricolor recebe o Metropolitano na noite desta quarta-feira, dia 22, no estádio Heriberto Hülse e do lado adversário vei reencontrar três ex-atletas carvoeiros.

O meia-atacante Ronny, o meio-campo Alex Maranhão e o goleiro Zé Carlos defendem atualmente as cores do time de Blumenau. Pelas passagens que tiveram pelo Criciúma e que marcaram suas carreiras, os atletas pregam respeito ao Tigre na partida desta quarta-feira, mas estão confiantes de que o Metrô pode surpreender o adversário longe de casa.

Ronny vestiu a camisa do Criciúma entre 2009 e 2011. O jogador esteve em campo em 79 jogos, marcando 18 gols, histórico que dá ao meia-atacante a experiência de saber como é jogar no Majestoso, palco do jogo desta quarta-feira.

“Jogar contra o Criciúma é sempre muito difícil, ainda mais jogando na casa deles, sabendo a força da torcida. Mas o nosso grupo sabe e está ciente de quais são os nossos objetivos e para isso a gente tem que passa pelo Criciúma. Vamos respeitar, o adversário, mas temos que ir atrás desta vitória”, destacou o jogador que é formado nas categorias de base do Tigre.

Alex Maranhão e Zé Carlos

A mesma ligação com o Criciúma têm Alex Maranhão e Zé Carlos. Além de terem jogado no Tigre, os atletas ainda possuem vínculos com a cidade do Sul do Estado, fazendo com que marquem precisa constante no município. Apesar da proximidade que possuem ambos mantêm o profissionalismo e prometem lutar dentro de campo por uma vitória do Metropolitano.

“Joguei no Criciúma, conheço bem a força do clube quando joga na sua casa com apoio do seu torcedor. Nós viemos fazendo um grande campeonato, consistente e dentro do que foi planejado desde a montagem do elenco. É procurar entrar com o máximo de concentração possível. Vai ter muita torcida deles no estádio e é um duelo de grandes. Temos que procurar fazer o nosso jogo, que é forte, competitivo e buscar o resultado dentro do Majestoso”, frisou Alex Maranhão, que fez 110 jogos pelo Tigre entre 2016 e 2018.

Já Zé Carlos é o que mais tempo defendeu o Criciúma. Ele foi goleiro do Tigre entre os anos de 2003 e 2009, atuando em 159 jogos.

Fonte: Engeplus

Open chat
Entre em contato conosco! =)