site loader
27 de maio de 2021 Acidente pode ter provocado morte em lagoa

Um acidente envolvendo a lancha de Amauri de Araújo, de 53 anos, pode ter provocado a morte do empresário encontrado sem vida na última segunda-feira, na lagoa de Imaruí.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Raphael Rampinelli, investigações preliminares apontaram uma avaria na hélice da embarcação, que pode ter sido provocada por impacto. “A lancha pode ter batido em uma pedra ou algum tronco, causando um acidente e a morte acidental por afogamento. Essa é uma possibilidade. Estamos aguardando o laudo cadavérico para fechar o inquérito, o que deve acontecer ainda nesta semana”, explicou o delegado ao DS.

A Polícia Civil também recebeu informações de que a lancha tinha sido comprada pelo empresário há pouco tempo, cerca de duas semanas antes da ocorrência, e que ele não saberia conduzi-la com propriedade. Testemunhas também informaram que a vítima não usava colete salva-vidas e que a embarcação não possuía remo.

O Corpo de Bombeiros foi chamado para atender a ocorrência às 17h30 de domingo, entre as comunidades de Praia Vermelha e Canguerí de Fora. No local, os socorristas encontraram a embarcação ligada e sozinha, andando em círculos. O corpo de Amauri foi localizado por volta das 9h de segunda-feira. No IGP, familiares informaram que o empresário tinha saído sozinho para navegar. O automóvel da vítima, uma Amarok, foi encontrado próximo da ponte do Rio D’Una, acompanhado de um reboque marítimo. O veículo e o reboque foram entregues aos familiares.

Fonte: Diário do Sul

Open chat
Entre em contato conosco! =)