site loader
29 de julho de 2021 Estado reforça apoio aos produtores rurais em evento realizado na cidade de Braço do Norte

As ações da Secretaria de Estado da Agricultura foram apresentadas durante reunião do colegiado dos secretários municipais da Agricultura da região, em Braço do Norte.

Entre os destaques, está o aporte de R$ 300 milhões para ampliar a infraestrutura hídrica, o armazenamento de água e a preservação de mananciais dentro de propriedades rurais ainda nos próximos três anos.

A Secretaria da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural deve aplicar mais de R$ 340 milhões em programas e projetos para minimizar os efeitos da estiagem e fomento ao setor produtivo. Ontem, durante agenda na região, o secretário Altair Silva reforçou a importância da participação dos municípios para estimular os investimentos no meio rural.

“Nós estamos inovando, aprimorando e ampliando nossas linhas de apoio aos produtores rurais de Santa Catarina. O grande objetivo é que todas as propriedades rurais catarinenses tenham um sistema de captação e armazenamento de água. Pedimos o engajamento de todos para mobilizar os agricultores para procurarem o apoio do governo do Estado”, destaca.

Os agricultores da região podem acessar os recursos para construção de estruturas de captação, armazenagem e distribuição de água, além da preservação de nascentes. A expectativa é criar estruturas para minimizar os impactos das estiagens em Santa Catarina, aumentando a resiliência hídrica das propriedades rurais.

Internet no meio rural

Na reunião, Altair Silva anunciou ainda que Treze de Maio será um dos pioneiros na implantação do projeto de internet de fibra ótica para o meio rural. “Esse programa trará mais oportunidades para os jovens, levará o conhecimento e a inovação para o meio rural”, explica Altair Silva.

Região deve ter investimentos em cereais

A região é também uma das apostas para a produção de cereais de inverno como alternativa para ração animal – com investimentos de R$ 5 milhões.

Grande produtora de leite e de suínos, a região de Braço do Norte também sente os impactos da falta de milho. “Temos uma produção expressiva e a dificuldade de milho é muito grande. Temos que buscar um substituto para o grão”, explica o secretário municipal da Agricultura de Braço do Norte, Adir Engel.

A secretaria da Agricultura e a Epagri trabalham juntas para assumir o protagonismo na pesquisa de novos cultivares e para incentivar os produtores a investirem no plantio desses cereais de inverno.

O secretário Altair Silva participou ainda da retomada das aulas presenciais do “Curso de Produção, organização e protagonismo: qualificando jovens para fortalecimento e competitividade da agropecuária catarinense”, em Tubarão.

Open chat
Entre em contato conosco! =)