NO AR: Programa Saudade Sertaneja
Com: Tita Tita
PEÇA SUA MÚSICA
PARTICIPE AO VIVO (48) 3658-4000

Verão na BR-101 Sul/SC: usuários têm pontos de retorno a cada dois quilômetros

  • 07 de Dezembro de 2017 - 17:46:14
  • Texto: A- A+
Verão na BR-101 Sul/SC: usuários têm pontos de retorno a cada dois quilômetros

Com a duplicação de pistas e aumento nos limites de velocidade, o trânsito pela BR-101 Sul catarinense, entre Palhoça a Passo de Torres, ficou mais rápido e seguro. Além da redução de tempo em movimentação, os usuários da rodovia federal podem contar com pontos para retorno de sentido a cada dois quilômetros, aproximadamente. A construção de 111 viadutos, ao longo de 248,5 quilômetros, possibilita a circulação de pedestres, de veículos entre bairros e retorno de sentido de viagem a cada 2,23 kms, em média. Somados aos viadutos, o DNIT/SC disponibilizou, ainda, cinco retornos em nível, distribuídos em Paulo Lopes, Tubarão, Araranguá e São João do Sul.

Antes da duplicação de pistas, os motoristas precisavam trafegar até o acesso a bairros ou municípios, onde os retornos em nível existiam. Os viadutos, construídos sobre muitos desses contornos, são a forma mais confortável e segura de mudar a direção de fluxo, afastado da movimentação da rodovia.

Com a construção de viadutos e a eliminação dos retornos sobre pista, os usuários da BR-101 Sul, sejam eles em trânsito de longo curso ou em tráfego local, devem atentar para a manobra de acessos das vias laterais. Nessas ruas laterais, o limite de velocidade é de 50 km/h, menor que no fluxo das pistas duplicadas. Toda a indicação para os locais de retorno de sentido ou acessos laterais é orientada por painéis, placas de indicação, pórticos e semipórticos instalados no trecho catarinense, pertencentes à sinalização definitiva da BR-101.

Ao acessar as vias laterais, para completar a manobra de retorno ou acesso às cidades lindeiras, os motoristas devem ter atenção, primeiro, à sinalização vertical indicatória para ter certeza que naquele ponto da rodovia é possível a entrada. Anterior aos viadutos, o DNIT/SC instalou painéis, com a altura das estruturas, para que transportadores de carga meçam o tamanho da carga e façam a manobra de retorno.

Nos trechos duplicados, o retorno de sentido deve ser feito sob as obras de arte especiais (OAEs), liberadas. Os cuidados devem ser redobrados ao acessar as pistas sob os viadutos, observando o fluxo de veículos nas vias lindeiras, bem como a altura das estruturas. Nas vias lindeiras, a faixa da direita serve para tráfego local, entre bairros. Em algumas vias laterais, como em Tubarão, Içara, Maracajá, Sombrio e Santa Rosa do Sul há tráfego de veículos em duplo sentido, sendo que os usuários devem ficar atentos à sinalização vertical disposta.

Além das OAEs, a mudança de sentido nas faixas de rolagem pode ser realizada em retornos em nível, construídos em trechos duplicados da BR-101 Sul. Há retornos em nível no km 262, em Paulo Lopes, km 344, em Tubarão, no km 406, entre os viadutos de transposição do banhado de Maracajá, e no km 460 e km 461, em Santa Rosa do Sul. Nestes trechos os motoristas devem atentar para o reingresso na rodovia, sempre paralelo à faixa destinada ao fluxo rápido de veículos.


Últimas Notícias

Novo Conselho Municipal de Saúde é empossado
Decisão judicial garante conclusão de pavimentação na Serra do Corvo Branco
Centro cirúrgico está fechado desde sexta em Laguna
Mais de 80% dos pontos das praias de SC estão próprios para banho
Ver outras notícias
PARTICIPE AO VIVO (48) 3658-4000
COMERCIAL (48) 3658-2460