NO AR: Programa Balanço Geral
Com: Alexandre Frazão Alexandre Frazão
PEÇA SUA MÚSICA
PARTICIPE AO VIVO (48) 3658-4000

'O Outro Lado do Paraíso': durante julgamento, Sophia admite assassinatos

10 de Maio de 2018 - 09:13:51
Nos últimos capítulos da novela das nove, a vilã é levada a julgamento e ao ser surpreendida pela chegada de Mariano (Juliano Cazarré) confessa ter matado. 'Eu só me defendi das chantagens. Eu só me defendi por amor', pondera Sophia (Marieta Severo). A mãe de Gael (Sergio Guizé) não escapa da condenação e é encaminhada para um hospício ao ser diagnosticada como psicopata

Sophia (Marieta Severo) vai confessar seus assassinatos no último capítulo da novela "O Outro Lado do Paraíso", nesta sexta-feira (12). Isso acontece quando a vilã é surpreendida em seu julgamento pela chegada de Mariano(Juliano Cazarré), a quem pensou ter assassinado a facadas. Até esse momento, Maurício (Paulo Betti ), advogado da serial killer, estará levando a melhor e chega a acusar Xodó (Anderson Tomazini) e Clara (Bianca Bin) de querem se vingar da milionária. "Eu tentei achar alguma coisa pra botar a Sophia na parede. Só pra me livrar dela. Quem procura acha. Descobri que a Sophia era a assassina das tesouradas", diz o garimpeiro quando se recorda do ataque da megera. Quem antecipa é o colunista de TV Daniel Castro nesta quarta-feira.

 

'ME DEFENDI POR AMOR', ALEGA A ASSASSINA

Desmascarada e acuada, só resta a Sophia admitir os crimes. "Eu sou uma pobre mulher. Tive uma infância difícil. Tive que me submeter ao desejo dos homens pra sobreviver. Mas consegui casar e constituir uma família. Me tornar respeitada. Ter um lugar na sociedade", inicia a mãe de Gael (Sergio Guizé). Prestes a ser condenada, diagnosticada como psicopata e encaminhada para um manicômio, ela acrescenta: "E, de repente, o Laerte (Raphael Vianna) me chantageou. Meu mundo ia ruir. Eu perdi a cabeça. E todos, todos continuaram a me chantagear, a me colocar contra a parede. Eu tive que me defender. A vítima fui eu. Vítima até mesmo do Mariano, a quem eu nunca, nunca quis matar. O Mariano me pertencia. Eu não podia permitir que fosse de outra mulher. Eu só me defendi das chantagens. Eu só me defendi por amor", tenta se justificar.

 

'PEÇO PENA MÁXIMA PARA OS CRIMES!', PEDE ADVOGADO DE ACUSAÇÃO

Raquel (Erika Januza), juíza do caso, pede que defesa e acusação apresentem suas considerações finais. "Senhores, a ré confessou. Ela matou. Mas vejam bem: ela disse que se defendeu. Não foi assim. Ela matou a tesouradas. Isso mostra que houve premeditação. Caso contrário, não teria uma tesoura à mão", diz Abel (Charles Fricks), que vai substituir Patrick (Thiago Fragoso), porque o futuro marido de Clara estará em recuperação do tiro que levou no fim do sequestro de Tomaz (Vitor Figueiredo). "Ela matou por diversos motivos. Mas o principal deles foi a ambição. Ela matou para preservar seu lugar como rainha das esmeraldas. Eu peço as penas máximas para os quatro crimes. Sophia Montserrat é a culpada dos crimes!", completa.

'SOPHIA MERECE ABSOLVIÇÃO', RETRUCA ADVOGADO DE DEFESA

Depois, quem toma a palavra é o advogado de Sophia. "Sophia Montserrat é uma mulher indefesa em um mundo de lobos. Sofreu. Lutou. Conseguiu um nome. Quando viu tudo prestes a desmoronar, matou. Não por premeditação. Para defender sua reputação", alega Maurício. "Peço que os senhores jurados levem em consideração os sentimentos dessa mulher. Deem uma chance para que ela retome sua vida na sociedade. Sophia Montserrat cometeu os crimes, como ela mesma reconheceu. Foi induzida a isso pela violência com que foi tratada pelas vítimas. Que isso sirva de atenuante. Ela merece a absolvição", completa.

SOPHIA MORRE AO DESPENCAR DE PRECIPÍCIO

Por fim, Samuel (Eriberto Leão) intervém e acaba sendo decisivo na pena da mãe de Lívia (Grazi Massafera). "Temos aqui um laudo em que se atesta que a ré é psicopata. Mais que isso. Tem uma personalidade impulsiva. E transtorno de controle dos impulsos assassinos. Dos quatro crimes que estão sendo julgados, três, incluindo a tentativa de assassinato de Mariano, ela cometeu no puro impulso do momento. Oferece perigo à sociedade. Minha orientação e de meus colegas psiquiatras é que seja enviada ao manicômio judiciário", aponta. E é no hospício que a vilã passa a ver os espíritos de suas vítimas e também de Renato (Rafael Cardoso). Ao andar sem direção, a víbora cai de um penhasco e morre.

(Por Guilherme Guidorizzi) FONTE: PurePeople

Senhores, a ré confessou. Ela matou. Mas vejam bem: ela disse que se defendeu. Não foi assim. Ela matou a tesouradas. Isso mostra que houve premeditação. Caso contrário, não teria uma tesoura à mão... - Leia mais em http://noticiasdatv.uol.com.br/noticia/novelas/o-outro-lado-do-paraiso-encurralada-por-mariano-sophia-confessa-crimes-20369?cpid=txt
 
 

Comentários

PARTICIPE AO VIVO (48) 3658-4000
COMERCIAL (48) 3658-2460